Supressão de ´Plantas Daninhas em Diferentes Coberturas de Solo na Cultura de Alface

  • Danilo da Silva Sousa
  • Thiago Silvestre Saraiva
  • Douglas Pereira Castro
Palavras-chave: Plantas daninhas, Cobertura de solo, Matéria orgânica

Resumo

A alface é uma hortícola muito procurada pelos consumidores, diante disso, os produtores têm desenvolvido técnicas de cultivo para aumentar a produção e maximizar seus lucros através de manejos sustentáveis que, além de diminuir custos, podem trazer aumentos na produtividade e redução de defensivos agrícolas. O trabalho objetivou avaliar a supressão de plantas daninha com coberturas de solo e delinear a interferência que as plantas daninhas tiveram sobre a produção da alface. O delineamento estatístico foi o de blocos casualizados (DBC), com cinco tratamentos e quatro repetições (testemunha, testemunha com capina, casca de arroz, casca de café e serragem). Foi semeado em bandejas de plástico e com a constatação da terceira folha foi realizado o transplantio nos canteiros já preparados com a cobertura de solo. A colheita foi realizada 45 dias após o transplantio. Foram retiradas as plantas daninhas com o sistema radicular de cada tratamento e feito a contagem e identificação de cada espécie. Os resultados obtidos através do experimento foram sem significância para a variável diâmetro, e com significância para a variável peso da matéria fresca, mostrando que o tratamento com a cobertura é eficiente na supressão de plantas daninhas.

Publicado
2019-06-07